Notícias

Reinvenção da organização da CUT passa pelos mesmos princípios: livre, autônoma e democrática, dizem paraenses na etapa estadual da Conferência de Formação

Nesta quinta-feira (11) foi realizada a etapa estadual preparatória para a 4ª Conferência Nacional de Formação da Central Única dos Trabalhadores e Trabalhadoras (CUT), na sede do Sindicato dos Bancários, em Belém/PA.

O objetivo do evento é debater o futuro do trabalho na perspectiva da luta de classes através de temas como: o trabalho do futuro e a identificação de novos ofícios, retirada de direitos, novas formas de contratação e categorias cada vez mais difusas, entre outros, mantendo os princípios da CUT como uma central livre, autônoma e democrática, organizada na base e articulada com movimentos populares e outras frentes, além de outros princípios CUTistas.

“Todas as vezes que a CUT necessitou tomar uma grande decisão sobre seu projeto de formação, mobilizou toda sua rede de formação para a realização de uma Conferência ampla e participativa, para debater com todas as instâncias CUTistas, os rumos da sua formação sindical, e nós, enquanto dirigentes de uma entidade filiada à Central, não podemos ficar de fora desses momentos únicos e de extrema importância no fortalecimentos das nossas lutas no mundo do trabalho”, destaca a diretora administrativa do Sindicato, Suzana Gaia.

“Hoje debateremos o papel da política nacional de formação da CUT no enfrentamento dos desafios que estão colocados para a classe trabalhadora, passando pela defesa dos direitos e da democracia”, afirma o diretor de formação do Sindicato, Fábio Gian.

Para a vice-presidenta da CUT Nacional, Carmem Foro, o futuro da classe trabalhadora dependerá muito da organização e disposição de todos os trabalhadores e trabalhadoras. “Além do retrocesso imposto pelo atual governo, a tecnologia também tem colocado em risco vários cargos e funções, que antes eram ocupados por seres humanos e hoje foram substituídos por máquinas, a exemplo da categoria bancária, com o fechamento de várias agências, demissões e o surgimento de agências digitais,a exemplo do Banpará”, pontua.

A 4ª Conferência Nacional de Formação da CUT acontece em Belo Horizonte, entre os dias 27 e 31 de maio.

Fonte: Bancarios/PA

*Matéria originalmente publicada no site da CUT PA